24 fevereiro 2011

Download: Tropa de Elite 2: O Inimigo agora É Outro (2010)

Sinopse:

Nascimento (Wagner Moura), agora coronel, foi afastado do BOPE por conta de uma mal sucedida operação. Desta forma, ele vai parar na inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Contudo, ele descobre que o sistema que tanto combate é mais podre do que imagina e que o buraco é bem mais embaixo. Seus problemas só aumentam, porque o filho Rafael (Pedro Van Held) tornou-se adolescente, Rosane (Maria Ribeiro) não é mais sua esposa e seu arqui inimigo Fraga (Irandhir Santos) ocupa posição de destaque no seio de sua família.

Curiosidades:
  • Precedido por Tropa de Elite (2007);
  • João Miguel esteve cotado para o papel do personagem Fraga, que acabou interpretado por Irandhir Santos;
  • Todo o elenco, com exceção de Maria Ribeiro, passou por um intenso treinamento sob o comando de Fátima Toledo, durante os meses de novembro e dezembro de 2009. Maria estava grávida na época;
  • O treinamento contou com profissionais treinados pelo Centro Avançado em Técnicas e Imobilização, liderados pelo ex-capitão do BOPE Paulo Storani;
  • As filmagens começaram em 25 de janeiro, no Rio de Janeiro;
  • Wagner Moura e Pedro Van Held tiveram um treinamento especial com o lutador de jiu jitsu Rickson Gracie;
  • Ao rodar uma das cenas de luta, Van Held levou um golpe de Moura e desmaiou durante as filmagens;
  • Moura dispensou o dublê para realizar a cena em que seu personagem dá um cavalo de pau. A manobra foi feita corretamente somente na terceira tentativa;
  • Antes da realização desta cena, o ator teve um intenso treinamento no Autódromo de Jacarepaguá, sob a supervisão de Keith Woulard;
  • A sequência foi gravada durante duas madrugadas, em Niterói. Como precisava de iluminação forte, a produção trocou as lâmpadas de 20 postes, além de contar com a ajuda de um refletor instalado a 30 metros de altura;
  • Para a cena da invasão do morro Santa Marta foram usados 100 figurantes, três camburões, um caverião e dois helicópteros. A cena foi tão realista que muitos dos moradores acreditara tratar-se de uma ação do BOPE;
  • A cena de enterro presente no filme foi rodada no Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência;
  • O prédio da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro foi usado como locação por quatro dias. Ao todo, trabalharam por lá 450 pessoas, entre elas 300 figurantes;
  • A produção pretendia usar o gabinete do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, como locação, mas o pedido não foi atendido. Desta forma, foram tiradas fotos do local, que foi recriado em estúdio. O fato também ocorreu com a sala do setor de inteligência da Secretaria, usada no gerenciamento de crises;
  • O Complexo Penitenciário de Bangu foi recriado em um estúdio de 500 metros quadrados, em Jacarepaguá. Para erguê-lo foram necessários 700 kg de pregos, 9 toneladas de ferro, 275 mil metros quadrados de compensado e 15 toneladas de cimento;
  • Todos os carros utilizados nas filmagens foram comprados pela produção. Entre eles estava uma Blazer branca, placa LCS 2936, que nos oito meses anteriores já tinha histórico de 18 infrações por excesso de velocidade. O total das multas pendentes, que não foram pagas pela produção, era de R$ 1.700;
  • O cantor Dudu Nobre alugou várias armas de sua coleção particular para a produção. Ele também teve uma pequena ponta no filme, como um dos integrantes do BOPE em uma cena de invasão à favela;
  • Para as tomadas aéreas foi utilizado um helicóptero Hueu-II, pertencente à Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (CORE);
  • Rodrigo Pimentel, co-autor do livro "Elite da Tropa", prestou consultoria durante as filmagens de Tropa de Elite 2;
  • Pimentel faz uma ponta na cena dos aplausos na churrascaria;
  •  A capitã Priscilla Azevedo, comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), participou em uma ponta na cena da invasão ao morro Santa Marta;
  • Uma da favelas do filme é chamada de Rio das Rochas, numa provável alusão à favela carioca Rio das Pedras, conhecida pela ausência do tráfico e pela presença da milícia;
  • Milhem Cortaz, intérprete do capitão Fábio, deu uma entrevista antes da estreia do filme contando alguns de seus diálogos. O diretor José Padilha fez uma dura crítica a esta revelação, já que desejava manter sigilo absoluto sobre a história;
  • Para evitar que o filme fosse pirateado antes de chegar aos cinemas, o diretor José Padilha e o produtor Marcos Prado realizaram uma operação de guerra durante a edição. A edição final foi realizada em um computador sem acesso a internet, em um local cuja entrada era permitida apenas com cartão criptografado. Apenas quatro pessoas possuíam este cartão;
  • Lançado em 661 salas de cinema em todo o país. Trata-se do maior lançamento de um filme brasileiro até então;
  • Seu orçamento foi de R$ 18 milhões. Metade da quantia foi obtida junto à iniciativa privada, com o restante sendo conseguido através de incentivo fiscal.
Informações:

Título Original: Tropa de Elite 2: O Inimigo agora É Outro
Direção: Jose Padilha
Origem: Brasil
Duração: 116 min
Idioma: Português
Legendas: S/L
Formato: avi
Tamanho: 698 mb
Servidor: Megaupload

Link:

Parte única

2 comentários:

Anônimo disse...

Grande obra do cinema nacional.

sandro lima disse...

Eu fiz um workshop com um dos produtores executivos do filme essa semana, e só para corrigir uma das curiosidades: 13 milhões partiram da iniciativa privada, o restante foi por meio de leis de incentivo. Logo, foi muito mais da metade do orçamento oriundo da esfera privada.

Postar um comentário

Dúvidas, críticas, elogios, opiniões, lamentações e reclamações serão bem vindos.

Links quebrados? Comunique-nos aqui.